Tempo de leitura: 2 minutos
  • Use o marketing de influência para aumentar suas conversões

    Use o marketing de influência para aumentar suas conversões

    Tempo de leitura: 2 minutos

    Ainda que nunca tenha ouvido a expressão “marketing de influência”, se for um nativo digital, você provavelmente está familiarizado com esta prática.

    Sabe quando uma blogueira de moda, ou qualquer outra personalidade conhecida por um determinado público, recomenda um produto ou serviço em suas redes sociais? Pois bem, o que tal pessoa – certamente detentora de milhares de seguidores – está fazendo nada mais é do que marketing de influência.

    Antes de mais nada, é necessário entender que este tipo de marketing não é praticado por empresas, mas por influenciadores digitais. Sendo assim, o que as empresas devem fazer neste caso é procurar por pessoas que possam gerar visibilidade para os produtos ou serviços que oferecem.

    A partir do próprio Instagram, é possível identificar quem são os principais influenciadores digitais de cada nicho, sejam blogueiros, subcelebridades ou famosos. O pressuposto deste tipo de marketing é o de que uma pessoa pode ter maior potencial de influência do que uma campanha publicitária.

    O público que segue influenciadores digitais enxergam estas personalidades como fontes de informações confiáveis. Aliás, para se tornar um influenciador, é imprescindível construir uma relação de confiança com a audiência, algo tão importante quanto ser capaz de atrair milhares – ou milhões – de seguidores.

    Indivíduos que exercem influência sobre potenciais compradores apresentam grande capacidade de mobilização e acabam se tornando agentes de persuasão no nicho em que atuam. Portanto, se um influenciador em seu segmento produz conteúdos envolvendo os seus produtos ou serviços – seja de forma patrocinada ou não -, as chances de tais conteúdos atingirem o público-alvo de sua empresa são consideráveis.

    Escolha de influenciadores

    Um estudo do Schlesinger Associates apontou que 75% dos profissionais de marketing consideram que o maior desafio de toda a estratégia do marketing de influência é encontrar o influenciador ideial.

    Você precisa, necessariamente, conhecer o seu segmento de público. Desta forma, saberá que tipo de influenciador é mais interessante para os seus propósitos (blogueiro, youtuber, analista etc.). É necessário também avaliar o nível de influência que exercem.

    Contudo, uma estratégia interessante que pode ser utilizada no marketing de influência é não deixar de lado o potencial de seus próprios clientes como influenciadores.

    Atente-se para o fato de que qualquer pessoa pode fazer curadoria sobre determinado produto ou serviço e atingir diretamente outras pessoas que confiem no que tem a dizer.

    Portanto, indivíduos que utilizam a sua experiência pessoal para falar sobre marcas e empresas de que gostam ou confiam também podem se tornar influenciadoras e exercerem papel fundamental na decisão de compra de outros consumidores.

    Enquanto subcelebridades ou pessoas famosas costumam ser bem pagas para produzirem conteúdos com viés publicitário, compradores comuns compartilham a sua experiência de compra por convicção e, até mesmo, sem que recebam qualquer valor para isso.

    Este tipo de posicionamento é valorizado por outros consumidores, e você – vendedor – precisa ter isso em mente na hora de investir em influenciadores estratégicos. Ainda que, neste caso, o alcance possa ser menor, os resultados podem se mostrar mais profícuos, gerando maior número de conversões para o seu negócio.

    Deixe um comentário →

Photostream